Conteúdo exclusivo

A Filosofia do Ciberespaço e sua Relação com a Contracultura

O ciberespaço, um ambiente digital de redes interconectadas, tem...

O Modo de Vida Americano x Contracultura

O modo de vida americano é frequentemente associado a...

Charles Bukowski: O Poeta Marginal Que Conquistou o Mundo

Charles Bukowski, um dos mais influentes escritores do século...

Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10

Em um distante e mágico ano de 1971, quatro aventureiros musicais quase invisíveis no cenário lançaram um autêntico diamante sonoro repleto de riso e criatividade que transbordavam pelos alto-falantes. A mente brilhante por trás de “A Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez” foi ninguém menos que Raul Seixas, na época operando nos bastidores da gravadora CBS. Ele convocou dois talentos regionais de peso, Edy Star, o astro baiano, e o mestre das cordas capixaba, Sérgio Sampaio. Mas faltava um ingrediente crucial: uma dose de feminilidade arrebatadora. E assim, a notável Miriam Batucada, famosa por suas performances televisivas batucando com as próprias mãos, completou o fabuloso quarteto.

Mesmo com a censura fiscalizando cada frase, este álbum audacioso chegou ao mundo, tocando nas rádios e aparecendo nos jornais. Contudo, como uma ilusão de verão que se desvanece após quinze dias, a CBS recolheu o tesouro, deixando muitos perplexos. Mas não se engane pelo véu do mistério: o mito de que o álbum foi secretamente arquitetado nas sombras foi dissipado pelo próprio Edy Star, o guardião sobrevivente das cavernas sonoras.

Edy Star, essa criatura audaciosa e vibrante, relembra os bastidores dessas mágicas sessões no templo musical em uma entrevista eletrizante ao portal UOL, concedida alguns anos trás. “Nossos encontros eram normais. Algumas pessoas pensavam, e até hoje pensam, que éramos um tipo de sociedade secreta por causa do nome [risos]. Tem quem ache que éramos maçons. Era tudo sempre divertido. Não tinha machismo. Raul era um hetero casado, Sérgio era um hetero namorador, mas um cara mais do samba. Eu era essa bicha enlouquecida e solta na vida, e a Miriam era a fanchona do grupo [gíria para lésbica]”

Inspirados pelos encantos forjados em discos como “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” dos Beatles e “Freak Out!” da lendária banda The Mothers of Invention, liderada pelo estranho genial Frank Zappa, nosso quarteto audacioso embarcou em jornadas de experimentação e exploração sonora. Não foram só influenciados pelas músicas estrangeiras, mas também pela música brega, jovem guarda, samba e baião, entrelaçando essências brasileiras em sua alquimia musical.

Naqueles tempos de criatividade fervilhante, Raulzito, o músico outrora eclipsado, semeava canções para outros astros, enquanto a CBS, forjadora de ilusões para a “turma do povão”, brilhava como a casa dos sons populares. Sérgio Sampaio, um incentivador incansável, agitava o vulcão criativo de Raul Seixas, o adormecido, instigando-o a retomar as rédeas de sua jornada musical.

No universo hipnotizante deste disco, dois baianos destemidos, um espírito capixaba e uma estrela paulistana, destilaram ironia sobre o showbiz emergente no Rio de Janeiro. Em “Quero ir”, eles declaram a intenção de abandonar o cenário carioca após um possível “fracasso”, desejando retornar às suas raízes: “Eu vou para a Bahia ou volto para Cachoeiro de Itapemirim” – um poético adeus ao cenário efervescente da música.

Os destinos se entrelaçaram de forma mágica para Edy e Raul, que já se cruzavam na teia do rock e das estrelas de Hollywood desde os dias de adolescência e paixão por James Dean. Posteriormente, seus caminhos se entrecruzaram novamente nas ondas do rádio, em uma Bahia repleta de ritmos e histórias.

Após o explosivo lançamento (ou quase isso), Raul Seixas logo deixou seu cargo na CBS, mas o legado dessas sessões kavernosas resistiu à passagem do tempo. O álbum ganhou vida múltiplas vezes através de reedições, a última em 2010 pela lendária Sony Music.

E mesmo após anos, as memórias do quarteto persistem, como contado por Edy Star: “Depois de nossas aventuras na CBS, saímos e acendemos um cigarrinho, rindo das possíveis razões para o ‘fracasso’ do disco.” Um riso que ecoa através dos anos, relembrando um tempo em que as almas rebeldes dançavam em harmonia na caverna da criatividade musical.

Latest

Os dez maiores tatuadores de todos os tempos

A tatuagem é uma forma de arte milenar que...

O Poder do Ativismo Digital: Transformando a Política na Era Online

A crescente influência das redes sociais e plataformas digitais...

A Filosofia do Ciberespaço e sua Relação com a Contracultura

O ciberespaço, um ambiente digital de redes interconectadas, tem...

O Modo de Vida Americano x Contracultura

O modo de vida americano é frequentemente associado a...

Newsletter

spot_img

Don't miss

Os dez maiores tatuadores de todos os tempos

A tatuagem é uma forma de arte milenar que...

O Poder do Ativismo Digital: Transformando a Política na Era Online

A crescente influência das redes sociais e plataformas digitais...

A Filosofia do Ciberespaço e sua Relação com a Contracultura

O ciberespaço, um ambiente digital de redes interconectadas, tem...

O Modo de Vida Americano x Contracultura

O modo de vida americano é frequentemente associado a...

Alceu Valença: A Jornada Sonora de um Artista Versátil

Alceu Valença, um dos ícones mais brilhantes da música...
spot_imgspot_img

Os dez maiores tatuadores de todos os tempos

A tatuagem é uma forma de arte milenar que consiste em gravar desenhos na pele humana, introduzindo matéria corante sob a epiderme. Existem diversos...

O Poder do Ativismo Digital: Transformando a Política na Era Online

A crescente influência das redes sociais e plataformas digitais na mobilização política e no engajamento cívico No cenário contemporâneo, o ativismo digital emergiu como uma...

A Filosofia do Ciberespaço e sua Relação com a Contracultura

O ciberespaço, um ambiente digital de redes interconectadas, tem se revelado um campo fértil para reflexões filosóficas que se entrelaçam de maneira intrigante com...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui